Confira aqui nossos cursos e eventos.

VIII CURSO DE IMERSÃO NA PRÁTICA ORTOMOLECULAR E MEDICINA FUNCIONAL BASEADAS EM EVIDÊNCIAS.

VIII CURSO DE IMERSÃO NA PRÁTICA ORTOMOLECULAR E MEDICINA FUNCIONAL BASEADAS EM EVIDÊNCIAS.

Novos conhecimentos e protocolos para profissionais médicos, com formação básica na Prática Ortomolecular.
Dr. Artur Lemos
24 a 27 DE MAIO 2018
Você vai aprender sobre:
 1-     Aplicação Clínica de Questionários de Risco Para Diversas Doenças.
Doença cardiovascular ( avaliação por exames laboratoriais)
Fadiga adrenal
Intoxicação por poluentes
Desbalanço hormonal masculino e feminino
Risco para câncer
Possibilidade de candidíase
Testes de memória
Escalas de depressão
Avaliação para determinar carência de nutrientes

2- Aplicação da Medicina Ortomolecular Para a Gestação e Pós-Bariátrica.
3-Protocolo para o uso da Vitamina D nas Doenças Autoimunes
4- Novos protocolos antioxidantes
5- Protocolo para câncer
6-Estimulação da autofagia ( talvez a verdadeira porta para o anti-envelhecimento)
7- Novas terapias para as doenças neurodegenerativas
Os alunos terão a oportunidade de avaliar risco para câncer e doença arterial coronariana. Através de análises sanguíneas e questionários específicos será possível determinar presença de inflamação crônica estéril, fadiga adrenal, depressão e transtornos dos mecanismos de desintoxicação hepática. Estas análises poderão ser utilizadas nos consultórios e clínicas.
Na inscrição seguirá uma lista dos exames que cada aluno interessado deverá fazer. Os questionários serão preenchidos durante o curso
 Haverá um curso complementar, opcional, de Terapia Endovenosa na Prática Ortomolecular no domingo, dia 27, das 17 às 21 horas (aula teórica) e na segunda-feira, dia 28, das 08 às 16 horas  (aula prática). Programa anexo. Este curso de endovenosos será com limite de vagas e tem matrícula separada do curso de imersão
DIAS 24, 25, 26 E 27 DE MAIO 2018
HORÁRIO das 08 às 18 horas diariamente
LOCAL : São Salvador Hotéis  -  Rua Dr. José Peroba, 244 - Stiep, Salvador - BA
 APOSTILA  ou CD COM MAIS DE 2000 SLIDES, 200 FÓRMULAS E MAIS DE 100 PÉROLAS

PROGRAMAÇÃO

DIA  24 DE MAIO  
Estudo da etiopatogenia das doenças degenerativas: estresse oxidativo e processo inflamatório crônico estéril.
Laboratório na Prática Ortomolecular
Aprendendo a utilizar questionários diagnósticos na Prática Ortomolecular
Lactato Desidrogenase, Ácido úrico, Ferritina, Óxido nítrico, GGT, Homocisteína, Insulina, Hemograma, Leucograma, B12, TGO, TGP, Calprotectina, Citocinas inflamatórias, Leptina, Frações do colesterol, hemoglobina glicosilada, LDL oxidada, APOA, APOB, PCR, entre muitos outros. Os exames serão apresentados junto com a terapêutica ortomolecular  e funcional adequada para sua normalização
Questionários para fadiga adrenal, risco para câncer, hipoandrogenismo, depressão, status nutricional e  doença cardiovascular
Avaliação laboratorial da inflamação crônica.
Novos marcadores e preditores para  Diabete Mellitus e Ateroscleroses. Intervenção nutricional, fitoterápica e ortomolecular nos processos degenerativos.
Hiperpermeabilidade Intestinal, resistência insulina e obesidade.
ÚLTIMAS NOVIDADES EM PRÓBIÓTICOS E PRÉBIÓTICOS
 
Dia 25 DE MAIO  
Terapia Ortomolecular nos Distúrbios do Humor incluindo métodos auxiliares para viciados em drogas. Depressão, ansiedade, fobia, pânico, insônia. Como balancear: dopamina, serotonina, nor-adrenalina, adrenalina, encefalinas, GABA. Neurotransmissores na Obesidade. Processo inflamatório sistêmico na etiologia da depressão. Moduladores da Leptina, CCK, NPY, etc
Cortisol como agente de desequilíbrio químico neuronal. Ação dos neuro-hormônios nos distúrbios do humor.
Múltiplos Aspectos no Tratamento da Obesidade com mais de 50 formulações
A teoria da obesidade relacionada a poluição ambiental

Dia 26 DE MAIO
Disruptores Endócrinos:Alimentos e poluidores em Endocrinopatias
Minha experiência clínica com naltrexona em diversas patologias. Apresentação de casos clínicos
Prevenção do Câncer e Quimioterapia Metabólica ( uso do ácido lipóico e metformina no câncer)
Efeito do exercício sobre o envelhecimento. Envelhecimento e Adaptação ao Exercício. Necessidade de conter o aumento do Estresse Oxidativo. Como preparar um adulto sedentário para ser atleta amador. Treinamento Físico. Ergogênicos: creatina, piruvato, carnitina, aminoácidos, minerais, etc
A importância da vitamina D para os atletas.
Manutenção da eubiose intestinal  desempenho físico  e melhora da imunidade em atletas
Aumento da massa magra em adultos e idosos. Atividade física na perda ponderal
Alimentação básica para reforço muscular
Novos Protocolos e Condutas em: Doenças Articulares, Fibromialgia, Doença de Alzheimer e Parkinson, Osteoporose, Neuropatia Diabética, Doenças Cardiovasculares, Esteatose Hepática  e Câncer  

Dia 27 DE MAIO
Novas ações da  vitamina D, ácido lipóico e vitamina K2
Protocolo da Vitamina D nas Doenças Neurodegenerativas e na Autoimunidade
Discussão sobre a toxicidade do cálcio suplementado
O que é possível atualmente em Medicina Regenerativa ao nível de consultório - Nicotinamide Riboside, Astragallus, Quercetina.
Conceito de senolíticos no Envelhecimento
Possibilidade de intervenção na telomerase.  
Ação da nicotinamida riboside
Estudo das dietas funcionais: restrição calórica, jejum intermitente, cetogênica, mediterrâneo
Soluções Ortomoleculares para intervenção no metabolismo dos hormônios. Otimização hormonal com nutrientes para balanço hormonal
Soluções Para a Disfunção Sexual Masculina
Soluções Para a Disfunção Sexual Feminina

XV CURSO TEÓRICO-PRÁTICO COMPLETO DE TERAPIA ENDOVENOSA NA PRÁTICA ORTOMOLECULAR
Abordagem integral de todos os produtos liberados  para utilização endovenosa ou IM na Prática Ortomolecular
EDTA, DMSO, MSM,  Desferral , D- Ribose, , HMB, Ácido lipóico,  Plasma Rico em Plaquetas (PRP),  colchicina, minerais ( cromo, selênio, zinco, manganês, magnésio), CoQ10, Condroitin sulfato, vitaminas,  aminoácidos isolados, aminoácidos em pool e aminoácidos em pool para artrose e déficit cognitivo.
APLICAÇÃO CLÍNICA: Artrose, Artrite Reumatóide, Colagenoses, Hérnia de Disco, Asma Brônquica, DPOC,  Insuficiências venosas, Úlceras Varicosas, Doenças Arteriais Centrais ou periféricas (coronariana, cerebrais, membros inferiores, Acidente Vascular Cerebral Isquêmico – até 6 meses do evento), viroses ( hepatite, herpes zoster, etc), Déficit Cognitivo, Doença de Alzheimer, Depressão,  Neuropatia Diabética, Intoxicação por metal pesado

PROGRAMA
1-Teoria da Quelação para retirada de metais tóxicos: EV e oral
2-Tratamento Endovenoso do Estresse Oxidativo
3-Tratamento do Processo Inflamatório associado à arteriosclerose
4-Tratamento do Processo Inflamatório crônico com DMSO e MSM:  Artrite Reumatóide, Colagenoses, Artrose. Hérnia de Disco.
5-Imunoestimulação. Suporte Nutricional no paciente com câncer
6-Plasma Rico em Plaquetas nas doenças degenerativas (Parkinson, Alzheimer, etc )
Mais informações sobre Regeneração Tecidual Com Glicoproteína CD 34
(PLASMA RICO EM PLAQUETAS {PRP} POR VIA ENDOVENOSA)
Ø  Evidências sobre PRP e efeitos regenerativos da glicoproteína CD 34,
Ø Técnica de obtenção do PRP e CD 34,
Ø Indicações e discussão de protocolos e associações a protocolos quelantes, antioxidantes, polarizantes, neuroprote-tores, cardioprotetores, etc.
7-Estudo e aplicação do Ozônio
8-Orientação para introduzir terapia venosa  na prática diária
9-Dezenas de protocolos terapêuticos, depressão, fibromialgia. D Alzheimer etc

Investimento

R$ 4.000,00  para quem estiver matriculado no curso de imersão
R$4.500,00 reais na forma avulsa

Inscrição

A matrícula no valor de R$500,00 deve ser depositada no Banco Itau Ag 1185 conta 65583-2 nominal a CMI Curso  (CNPJ 22.198.379- 0001-29), enviando comprovante para o e-mail : cmicurso@gmail.com.
O valor total do curso pode ser parcelado em  3 vezes de R$1.333,33  sendo os cheques  pré-datados cruzados e nominais  a CMI Curso  e enviados por SEDEX para o endereço: Praça Ministro Victor Nunes Leal 88/103  Barra da Tijuca Rio de Janeiro CEP  22793 -840.
Para a forma avulsa serão 3 cheques de R$1.500,00  mais a matrícula de R$500,00
Enviar com o dados da  ficha abaixo para o e-mail:cmicurso@gmail.com

FICHA DE INSCRIÇÃO
NOME COMPLETO - CRM - CPF -ENDEREÇO COM CEP - CIDADE

 

Associação Brasileira de Farmacêuticos Homeopatas divulga informe sobre Febre Amarela

Associação Brasileira de Farmacêuticos Homeopatas divulga informe sobre Febre Amarela

 INFORMAÇÕES DA ABFH SOBRE A FEBRE AMARELA DESTINADAS AOS FARMACÊUTICOS HOMEOPATAS

A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido pela picada dos mosquitos transmissores infectados. Não há transmissão direta de pessoa a pessoa. A doença pode ser transmitida em área rural ou de floresta, ou disseminar-se em áreas urbanas infestadas pelo mosquito Aedes aegypti.

Nos anos de 2016/2017 houve um grande surto, principalmente nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, anteriormente afetados por um importante desastre ambiental (Desastre de Mariana). Todos os casos são de residentes em zonas rurais ou que tiveram contato com áreas silvestres por motivos de trabalho ou de lazer. Neste ciclo da febre amarela, chamado silvestre, os primatas não humanos (macacos) são os principais hospedeiros e amplificadores do vírus. Os vetores são mosquitos com hábitos estritamente silvestres, especialmente dos gêneros Haemagogus e Sabethes. O homem é um hospedeiro acidental ao entrar em áreas de mata. No ciclo urbano, o homem é o único hospedeiro com importância epidemiológica e a transmissão ocorre a partir de vetores urbanos (Aedes aegypti) infectados. Portanto podemos ver a importância do combate ao mosquito Aedes aegypti, o mesmo que transmite dengue, zika e chikungunya. Uma pessoa começa a apresentar os sintomas iniciais de 3 a 6 dias após ter sido infectada.

A Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), assim como as Secretarias de Saúde estaduais, produzem informes semanais sobre a situação no Brasil, com dados sobre a vigilância de casos humanos, vigilância de epizootias em primatas não humanos (PNH), vacinação, além de outras informações relevantes sobre o assunto em http://portalms.saude.gov.br/vigilancia-em-saude.

Sintomas

Os sintomas iniciais da febre amarela incluem o início súbito de febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. A maioria das pessoas melhora após estes sintomas iniciais, ou seja, curam-se. Porém, cerca de 15%, após algumas horas ou um dia sem sintomas, pioram, e desenvolvem uma forma mais grave da doença.

Em casos graves, a pessoa pode desenvolver febre alta, icterícia (coloração amarelada da pele e do branco dos olhos), hemorragia (especialmente a partir do trato gastrointestinal) e, eventualmente,choque e insuficiência de múltiplos órgãos. Cerca de 20% a 50% das pessoas que desenvolvem doença grave podem morrer. Ou seja, esta alta mortalidade é considerada entre os cerca de 15% que desenvolvem a forma mais grave da doença. Calculada desta maneira, falamos em no máximo cerca de 7,5% de mortalidade entre todos os que adquirem a febre amarela, o que é bem diferente das notícias alarmistas que divulgam que “não há cura para quem fica com febre amarela”.

É importante que, no caso dos sintomas iniciais, o paciente informe sobre viagem para áreas de risco nos 15 dias anteriores ao início dos sintomas, se observou macacos mortos, se tomou vacina contra a febre amarela anteriormente, e quando isto aconteceu. O farmacêutico pode fazer esta anamnese inicial, e em caso de não vacinado que esteve em áreas de risco, com sintomas de febre amarela, encaminhar o paciente para uma unidade de saúde mais próxima, onde o diagnóstico e o tratamento podem ser feitos.

Tratamento
O tratamento convencional é apenas sintomático, com cuidadosa assistência ao paciente que, sob hospitalização, deve permanecer em repouso, com reposição de líquidos e das perdas sanguíneas, quando indicado. Nas formas graves, o paciente deve ser atendido em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), para reduzir as complicações e o risco de óbito. Medicamentos contendo salicilatos devem ser evitados (AAS e Aspirina), já que o uso pode favorecer o aparecimento de manifestações hemorrágicas.

Prevenção
A vacina convencional, desde abril de 2017, é feita através de dose única, válida para toda a vida, segundo as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS). Toda pessoa que reside em Áreas com Recomendação da Vacina contra febre amarela e pessoas que vão viajar para essas áreas devem se imunizar. São elas Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Bahia, Maranhão, Piauí, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e atualmente Espírito Santo. São áreas de risco locais as que têm matas e rios, onde o vírus e seus hospedeiros e vetores ocorrem naturalmente.

Contraindicação para a vacina
Em pessoas saudáveis e com o sistema imunológico em ordem, não há riscos. Porém, há grupos de risco nos quais o vírus atenuado pode gerar efeitos colaterais ou não ser eficaz, como gestantes e lactantes de bebês até 6 meses; bebês de até seis meses (entre 6 e 9 meses, só após avaliação médica); idosos; pessoas com doenças que reduzem a imunidade como AIDS, câncer, anemia, lúpus e diabetes descontrolada; quem toma medicamentos imunossupressores como transplantados,portadores de doenças autoimunes e câncer; os que tem alergia a ovo (já que o vírus é cultivado em clara).

Alternativas que a homeopatia oferece
É tradicional o sucesso da terapêutica homeopática em épocas de epidemia ao longo da história. Como pode ser usado?

Hahnemann, o criador da homeopatia nos ensina que em situações de epidemia, quando há muitos indivíduos doentes ao mesmo tempo, com sintomas parecidos, seus sintomas devem ser observados, e assim um medicamento homeopático abrangendo a totalidade destes sintomas, deve ser escolhido. Ele afirmou que cada epidemia isolada tem caráter peculiar, uniforme e particular comum a todos os indivíduos afetados. E quando este caráter se encontra nos conjunto característico dos sintomas comuns a todos, aponta o caminho para a descoberta do medicamento homeopático (específico) adequado para todos os casos. Conclui dizendo que este será praticamente eficaz em todos os doentes que gozavam de saúde razoável antes da epidemia. Se você quiser saber mais sobre “Gênio Epidêmico” leia os parágrafos 100 a 104, e o 241 da 6a Edição do Organon.

Outra possibilidade é a isoterapia, na qual o tratamento ocorre pelo igual (ou o “extremamente semelhante”). A ideia é a seguinte: um paciente com sintomas provocados pelo vírus da febre amarela pode ser tratado através da administração do próprio vírus, em quantidades muito pequenas. Onde o vírus é encontrado? Na própria vacina, que é feita com vírus vivo atenuado. É o mesmo que usamos na prevenção e/ou tratamento de outras doenças semelhantes, como Influenzinum para a gripe, Leptospira contra leptospirose, e outros. É uma alternativa de proteção, ainda que não comprovada especificamente para febre amarela, para aqueles que não podem ser vacinados. O medicamento deve ser chamado de Isoterápico de Vacina de Febre Amarela, e tem sido usado em doses repetidas de potência 30CH.

Os medicamentos homeopáticos clássicos que cobrem diversos sintomas de febre amarela e podem ser úteis para tratar, quando os sintomas forem compatíveis, especialmente considerando que não há medicamento convencional específico, são:

Aconitum napellus: para o estágio inicial, com febre alta, calafrios com pele seca, pulso rápido e fraco. É esperado que acalme rapidamente as condições gerais do paciente.

Gelsemium sempervirens: para a fase inicial se o paciente está apático. Belladonna ou Bryonia também podem ser usados. Ou Camphora com seu intenso frio e tendência para o colapso. Se houver vômito, este pode ser controlado por Ipeca.

Arsenicum album: geralmente no segundo ou terceiro estágios e é um dos medicamentos mais importantes para a febre amarela. O paciente tem náuseas e vômitos contínuos. O vômito é de bile ou muco com fios negros ou sanguinolentos, face amarela e pulso pequeno, fraco e trêmulo. Há muita queimação na região precordial, sede intensa e queimante, para pequenas quantidades de água. Com frequência pode ser o único medicamento usado para a cura dos sintomas desta doença.

Lachesis: resultados muito satisfatórios, especialmente se há vômitos, abdômen amolecido, língua marrom, delírio, fala lenta, náuseas, descargas ofensivas e urina negra. Corresponde a envenenamento neurológico e é indicado para casos severos.

Acidum sulphuricum: para hemorragias com sangue negro, suores profusos com exaustão, fezes fétidas e secreção diminuída de urina.

Argentum nitricum: cobre vômitos intensos, com piora do paciente.

Phosphorus: hemorragias, icterícia. Foi usado com sucesso na epidemia do Rio de Janeiro, no início do século passado.

Crotalus horridus: corresponde ao estágio do vômito negro e envenenamento sanguíneo, – há algum delírio, pele amarela, sangue escorrendo de cada orifício do corpo; mesmo suor sanguinolento pode estar presente. A pela amarela presente nos sintomas deste medicamento é característica e denota mais envenenamento do sangue do que icterícia. Cadmium sulphate também tem sintomas de vômitos negros e também deve ser considerado.

Carbo vegetabilis: tem sido considerado como preventivo da febre amarela. Hering afirmou que este é o medicamento que mais corresponde à totalidade de sua ação na febre amarela (gênio epidêmico). É adequado para o terceiro estágio, quando estão presentes colapso, frio intenso, descargas extremamente fétidas e grande exaustão das forças vitais.

Conclusão
A febre amarela é uma doença infecciosa grave que pode ser prevenida através da vacinação convencional, para a qual há algumas restrições. Para estes pacientes, é possível utilizar medicamentos homeopáticos escolhidos segundo o gênio epidêmico, ou ainda isoterápico produzido pela dinamização do vírus vacinal, chamado de Isoterápico de Vacina de Febre Amarela.
O combate ao mosquito não deve ser abandonado, por ser uma maneira importante de diminuir os vetores e, portanto, a incidência da doença.

Autores:
Amarilys de Toledo Cesar - farmacêutica e docente homeopata; doutora em Saúde Pública USP; ex-presidente da ABFH; ex- Secretária de Farmácia da Liga Médica Homeopática Internacional; membro do Grupo de Trabalho sobre Homeopatia do Conselho Federal de Farmácia.
Ivan da Gama Teixeira - farmacêutico especialista em homeopatia; ex-presidente da ABFH; Vice Presidente e diretor técnico da ANFARMAG (Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais) gestões 2012 2014 e 2014 2016; membro do Formulário Nacional da Farmacopeia Brasileira.
Revisado pela Diretoria da ABFH gestão 2017-2019.

Curso Eixo Intestino X Fígado e doenças metabólicas da atualidade

Curso Eixo Intestino X Fígado e doenças metabólicas da atualidade

As alterações observadas no eixo intestino-fígado provocadas pela dieta ocidentalizada rica em produtos ultra processados estão associadas com a inflamação, lipotoxicidade e resistência à insulina, especialmente no fígado, tecido adiposo e vascular, aumentando o risco para doenças metabólicas como a obesidade, doenças cardiovasculares e hepáticas. O padrão alimentar atual também pode promover redução da integridade intestinal induzindo a maior produção de etanol endógena, distúrbios no sistema imunológico intestinal (GALT) e endotoxemia subjacente.

Além disso, evidências científicas atuais demonstram que o controle da disbiose intestinal, por meio do consumo de micronutrientes, fitoquímicos, de princípios bioativos anti-inflamatórios e antioxidantes pode favorecer o tratamento das doenças hepáticas e reduzir o risco das principais complicações como encefalopatia hepática e sarcopenia.

Em síntese, este curso se propõe a desenvolver o raciocínio clínico envolvendo a identificação de alterações do eixo intestino fígado e elaboração de estratégias nutricionais especializadas com a utilização de princípios bioativos e fitoterápicos para redução da inflamação e hiperpermeabilidade intestinal, colaborando para o tratamento da cirrose, da insuficiência hepática  e suas complicações. 

Curso Nutrigenomica e Nutrição Personalizada para a prática clinica de resultados

Curso Nutrigenomica e Nutrição Personalizada para a prática clinica de resultados

A inflamação crônica subclínica, o sedentarismo e a ingestão habitual da dieta com o padrão ocidental são fatores associados ao aumento do risco, recorrência e mortalidade associada com doenças metabólicas como obesidade, diabetes, esteatohepatite não alcoólica e o câncer.  A ingestão excessiva de dietas com alta carga glicêmica pode aumentar a insulina plasmática, ativar vias de sinalização que induzem o estresse oxidativo e aumenta o risco para vários tipos de câncer e outras doenças da atualidade.

Atualmente sabe-se que o microbioma e sistema imunitário da mucosa intestinal são fundamentais para a modulação do metabolismo celular, da expressão gênica e manutenção da homeostase. Por sua vez, alguns nutrientes e compostos bioativos são capazes de alterar a expressão gênica por mecanismos primários e secundários, podendo reduzir o risco de doenças da atualidade.

Assim,  pretende-se por meio deste curso, promover a intervenção nutricional especializada utilizando estratégias e ferramentas nutrigenômicas para elaboração de dietas personalizadas visando a alteração do padrão de expressão gênica promovendo o fenótipo saudável.


Conteúdo ProgramáticoConceitos de nutrigenômica, nutrigenética e epigenética
Polimorfismos importantes  para clínica nutricional
Princípios bioativos e expressão gênica
Assistência nutricional personalizada nas doenças cardiovasculares
Assistência nutricional personalizada nas doenças neurológicas
Assistência nutricional personalizada e doenças metabólicas:  

Obesidade
Diabetes
NASH
Cancer

Microbiota, microbioma e interações nutrigenômicas
Exames de biologia molecular viáveis na prática clínica
Estratégias para adesão ao tratamento e continuidade da assistência nutricional: Coaching nutricional 
Público alvo:  Nutricionistas e alunos dos cursos de graduação de nutrição. 

Docentes:

Rosangela Passos
Possui graduação em Nutrição pela Universidade Federal da Bahia (1989), mestrado em Nutrição pela Universidade Federal de São Paulo (2000), doutorado em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (2005) e pós doutorado pela Universidade de Worcester, Reino Unido. Atualmente é professora associada da Universidade Federal da Bahia, atuando na Graduação em Nutrição e Pós Graduação em Alimentos, Saúde e Nutrição. Linha de Pesquisa Programa de Pós-graduação: Bases Experimentais e Clínicas da Nutrição. Estabelecer relação entre aspectos nutricionais, evolução clínica, prevenção e tratamento de indivíduos portadores de doenças hepáticas, enxaqueca e dor crônica miofascial, utilizando suplementos nutricionais e alimentos com capacidade cientificamente comprovada para redução da inflamação e estresse oxidativo.


Cecília Rios 
Especialista em Nutrição Clínica aplicada à Obesidade, Estética e Esporte (UNEB/IPGS) e membro da Associação Brasileira de Nutrição (ASBRAN). Possui formação complementar em Obesidade pela Escola de Saúde Pública de Harvard (HSPH-EUA) e em Antropometria aplicada ao Movimento (nível I) pela Sociedade Internacional para o Avanço da Cineantropometria (ISAK). É pioneira na abordagem da nutrição personalizada pelo perfil genético e responsável pela criação da DNA Nutrition. 
 

Tatiane Fuji
Possui graduação em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo (2010) e mestrado em Nutrição em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública - USP (2013). Doutorado em andamento pelo Programa de Saúde Pública da FSP/USP. Atualmente, é nutrigeneticista do Centro de Genomas. Tem experiência na área de Nutrição, atuando principalmente nos seguintes temas: nutrigenética, nutrigenômica e polimorfismos genéticos.

Local:
Mundo Plazza Business Center
Av. Tancredo Neves, nº 620 - Caminho das Árvores - CEP 41820-020 - Salvador, Bahia

Datas:
05/06/2017:   8:00 - 18:00h
06/06/2017:   8:00 - 18:00h

Investimento:  R$ 495,00
Preço promocional até 08/04/17  -  R$ 445,00
2o Lote                     até 06/05/17  -  R$ 470,00
3o Lote        A partir de 06/05/17  -  R$ 495,00

Formas de Pagamento:
Em 3x sem juros no cartão de crédito
Em até 15x com juros no cartão de crédito
À vista com desconto de 5,7% no boleto bancário

INSCREVA-SE

2º CURSO DE IMERSÃO EM PATOLOGIA VULVAR

2º CURSO DE IMERSÃO EM PATOLOGIA VULVAR

O Curso tem como objetivo aprofundar os temas relacionados com Patologia Vulvar com aulas expositivas, discussões de casos, treinamento em laudos de vulvoscopias, modelo de receitas e formulações. 

  • DATAS: 23, 24 e 25 de Março de 2017
  • (dia 23- 14 às 18h, dia 24- 8 às 18h, dia 25- 8 às 18h)
  • LOCAL: ABM – Associação Baiana de Medicina
  • Vagas: mínimo de 20 e máximo de 40 médicos
  • Informações: Sra Sandra (tel: 32838074 / 988675662)
  • Valor: 800,00
  • Depósito para: CIPAM (CNPJ: 13549522/0001-99), Banco Bradesco, agência: 3557-2, conta corrente: 1532-6
Enviar dados pessoais (nome, endereço, telefones, RG, CPF) e comprovante bancário para: sgineco2000@yahoo.com.br
Ao final do Curso, será fornecido pen-drive com material didático e textos das aulas. Qualquer dúvida, pode entrar em contato com  Dra Nilma (nilmaantasneves@gmail.com ou whatsapp 71- 988833030)
 
 
 TEMAS
  • Anatomia e fisiologia da vulva
  • Histologia da vulva
  • Anatomia patológica das principais lesões
  • Higiene vulvar
  • Lesões elementares da vulva (descrição)
  • Classificação e terminologia das patologias vulvares
  • Laudo de vulvoscopia
  • Prurido vulvar crônico
  • Fissuras vulvares
  • Vulvodínia
  • Vestibulite
  • Candidíase vulvo-vaginal recorrente
  • Vaginose bacteriana recorrente
  • Dermatites vulvares
  • Dermatite fúngica
  • Dermatite bacteriana
  • Dermatite seborreica
  • Dermatite de contato
  • Dermatoses vulvares
  • Líquen escleroso
  • Líquen plano
  • Líquen simples crônico
  • Vitiligo
  • Psoríase
  • Ceratose seborreica
  • Melanose
  • Siringoma
  • Xeratose
  • Calcinose vulvar
  • Cistos vulvaresCisto Bartholin
  • Cisto Skene
  • Cistos Vestibulares
  • Cistos Mucinosos
  • Cistos sebáceos
  • Cistos de inclusão epidérmica
  • Tumores benignos da vulvaHidradenoma
  • Angioqueratoma
  • Granuloma piogênico
  • Tumor de células granulares
  • Pólipo fibroepitelial
  • Lipoma
  • Endometriose
  • Papilomatose fisiológica vestibular
  • Úlceras DSTHerpes
  • Sífilis
  • Cancro mole
  • Linfogranuloma venéreo
  • Donovanose
  • Úlceras não DSTHidradenite
  • Doença Behçet
  • Doença de Crohn
  • Úlcera de Lipschultz
  • Aftas
  • Histiocitose células Langerhans
  • Pioderma gangrenoso
  • Pênfigo
  • Lesões HPV da vulvaCondilomas
  • Lesões planas
  • Lesões sub-clínicas
  • Neoplasias intraepiteliais vulvaresEscamosas
  • Não escamosas
  • Câncer da vulva
  • Exames diagnósticos disponíveis para DST, cervicites, colpites e patologias vulvares.
  • Indicações e técnicas de biópsia da vulva
  • Técnicas de exérese de lesões de vulva
  • Uso de corticóides em patologias vulvares
  • Fitoterapia aplicada em patologias vulvares
  • Patologias vulvares na infância
  • Patologias vulvares na gestação
  • Treinamento de laudos de vulvoscopia (com slides)

Inflamação e Desordens Metabólicas

Inflamação e Desordens Metabólicas

Ciclo de Cursos: Inflamação e Desordens Metabólicas
Dias 02 e 03 de Dezembro de 2016
Hotel Mercure Salvador - Rio Vermelho

Palestrante: Marcelo Soares  (CRQ 04496076)

Temas:

  • Sinalização Inflamatória e Ação da Insulina
  • Mediação da inflamação e respostas inflamatórias, para impedir o desenvolvimento das doenças metabólicas e/ou suas complicações
  • Modelo de sobreposição metabólica, sinalização inflamatória e detecção das vias em adipócitos ou macrófagos
  • Metabolismo e imunidade intimamente ligados com inflamação
Informações e Inscrições: 0800 001 1223

Realização: IVC Health 
Apoio: Grupo Longevidade Saudável Educação Continuada
Parceria: Farmácia Flora 

Palestra BIOQUÍMICA DA DIGESTÃO

Palestra BIOQUÍMICA DA DIGESTÃO

A Farmácia Flora vai promover a palestra "BIOQUÍMICA DA DIGESTÃO E MICROBIOTA INTESTINAL: Processo digestivo e manutenção da microbiota saudável, reeducação alimentar, terapias microbiológicas e fibras solúveis", e você é nosso convidado! 

Palestrante: Bruno Zylbergeld

  • Data: 15/10/2016 (sábado)
  • Local: Sotero Hotel - Rua Dr. José Peroba nº 97, Stiep  Salvador-BA
  • Horário: 9 às 17 horas
  • Público Alvo: Médicos e Nutricionistas

Inscrições gratuitas
Garanta sua vaga fazendo a inscrição pelo e-mail: marketing@farmaciaflora.com.br ou via WhatsApp nº (71) 99414-0033 informando seu nome, telefone e sua especialidade com o nº do CRM/CRN e confirmando que deseja participar da palestra.
VAGAS LIMITADAS!

Semana Farmácia Flora

Semana Farmácia Flora

Programação Farmácia Flora – Corrida Viver bem
 
28/03, 19h30, Palestra: Antioxidantes na prática esportiva: os alimentos na melhoria do desempenho. Por: Patrícia Viana Jurema (Nutricionista)

29/03, 18h, AULA: PILATES. 
29/03, 19:30, Palestra: Corrida: Recomendações para uma Prática Segura. Por: Zilda Cândido (Educadora Física))

30/03, 18h, AULA IOGA . 
30/03, 19h30, Palestra: Medite e Vá! Por: Maria Augusta Sales (Psicóloga)

31/03, 18h, AULA GYROKINESIS. 
31/03, 19h30, Palestra: O que se move quando eu me mexo? A Atividade Física à Luz da Psicologia Somática. Por: Rosário von Flach  (Médica)

01/04 e 02/04, 11h às 19h
Exame: BIOIMPEDANCIOMETRIA
Por: Educadores Físicos e Nutricionistas do Projeto Gattos

03/04, 13h às 19h
EXAME BAROPODOMETRIA 
Por: Educadores Físicos do Projeto Gattos e Fisioterapeutas da Biosporting – Saúde do Atleta


 
 

III Curso Prática Ortomolecular

III Curso Prática Ortomolecular

A Farmácia Flora traz para Salvador o III Curso de Imersão na Prática Ortomolecular e Medicina Funcional, de 19 a 22 de maio, com o Dr. Artur Lemos.

Coordenador e Ministrante do curso, Dr. Artur Lemos irá divulgar novos conhecimentos e protocolos para profissionais médicos, com formação básica na Prática Ortomolecular.

O curso será realizado no Hotel São Salvador, no Bairro Stiep, em Salvador. 

O valor total do curso é de R$ 4.500,00.  NÃO HAVERÁ INSCRIÇÃO NO LOCAL.

O pagamento pode ser dividido em 4 parcelas de R$ 1.125.00. Os cheques devem ser nominais a CMI, cruzados e enviados por SEDEX para praça Ministro Victor Nunes Leal 88/103 - Barra da Tijuca. Rio de Janeiro - RJ. CEP  22793  840.   

Inscrição e maiores informações: Srª Júlia. (21) 998566119  e cmicurso@gmail.com . 

Para garantir sua matrícula,solicite por e-mail a sua ficha de inscrição, preencha e envie a mesma junto com o comprovante de depósito  para cmicurso@gmail.com .

Programa internacional Florais de Bach

Programa internacional Florais de Bach

Esse curso aborda habilidades necessárias para o aluno usar as Essências Florais Originais do Dr. Bach como parte de uma prática pessoal e/ou profissional de saúde natural. É indicado para aqueles que desejam usar as essências profissionalmente com outras pessoas ou para sua terapia pessoal. Quando completar o curso, pode se incluir do registro internacional de practitioners, que é submetido a um Código de Prática. É o único curso de Florais de Bach, aprovado pelo Bach Centre Inglaterra.
Data: 11, 12, 13 e 14 de Junho de 2015

Programa internacional Florais de Bach

Programa internacional Florais de Bach

Este curso tem por objetivo introduzi-lo na filosofia original do Dr. Edward Bach, na simplicidade do sistema floral e em como fazer a sua autoajuda. Ele é a base para os outros níveis do programa. Neste nível você irá familiarizar-se com os 38 Florais de Bach Originais , aprendendo a usá-los em seu dia a dia.
Data: 11 e 12 de Abril de 2015.